Tratamento - Extração Dentária

(Clique para ouvir a narração do conteúdo)

Extração Dentária

Técnica Atraumática Propiciando Melhor Pós-Operatório

Diante das inúmeras técnicas odontológicas que temos conhecimento, evitamos ao máximo o recurso da extração dentária. No entanto, infelizmente, há situações em que é preciso recorrer a esse procedimento inevitavelmente.

Razões mais comuns para a remoção de dentes:

Presença de uma cárie severa
O dentista, sempre, vai tentar recuperar um dente cariado. Porém se a cárie atingir dimensões extensas demais ou a raiz do dente, isso impossibilita sua recuperação. Nesse caso, o dente deverá ser extraído.

Periodontite
Periodontite é a destruição do tecido conjuntivo que liga o dente ao osso. Quando o tratamento desta enfermidade não é capaz de gerar resultados positivos, ela evolui para perda de estabilidade dos dentes pela baixa fixação ao osso e presença de infecção, sendo assim, o melhor a fazer é a remoção do dente.

Extração do dente do siso
Os dentes do siso, também chamados de terceiros molares, normalmente, nascem por volta dos 20 anos. É comum nascerem de forma irregular, em meio a pouco espaço, comprometendo os demais dentes.

Sua posição também favorece o acúmulo de restos de alimentos e, consequentemente, a formação de cárie e placa bacteriana. Nesses casos, recomenda-se a extração.

Dentes inclusos
Os dentes inclusos são aqueles que estão total ou parcialmente dentro do osso e que continuam a fazer pressão na tentativa de atravessar o tecido da gengiva, mesmo quando não há espaço suficiente.

Isso pode acabar afetando as raízes dos dentes vizinhos. Outro problema é que, quando nascem parcialmente (parte dele está fora do osso), são mais suscetíveis ao acúmulo de bactérias e, consequentemente, à formação de cárie.

Dentes inclusos

Traumas
Fraturas e acidentes podem levar a uma quebra do dente que inviabilize sua recuperação. Nesse caso, a extração do que sobrou do dente pode ser considerada.

Tratamento ortodôntico
A colocação de aparelhos ortodônticos pode exigir a extração de alguns dentes, principalmente, para abrir espaço para alinhar a arcada dentária.

Dentes de leite
Algumas vezes os dentes de leite (decíduos) não caem e atrapalham a erupção dos dentes permanentes.

Antes de extrair um dente, é feita uma revisão completa no seu histórico dentário e serão solicitadas as radiografias necessárias. Estas revelam o comprimento, formato e posição do dente e osso adjacente, assim, facilitando o procedimento cirúrgico.

Dentes de leite

Um dente apenas deve ser extraído com orientação profissional. Os especialistas da Vita Clínica Dental utilizam técnicas atraumáticas para tornar as cirurgias de extração dentárias mais confortáveis e com pós-operatório melhor.

Alguns cuidados após a extração para melhorar a cicatrização e evitar possíveis infecções:

  • Utilizar bolsa de gelo no primeiro dia para evitar ou reduzir inchaços
  • Evitar esforços físicos
  • Não consumir alimentos muito duros ou bebidas quentes nos primeiros dias
  • Evitar fumar
  • Tomar corretamente os medicamentos prescritos pelo dentista
  • Manter uma boa higienização oral

Entre em contato

Use o formulário abaixo para dúvidas, comentários ou cotações.